OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS À SERVIÇO DA JUSTIÇA

 em Sem categoria

Na tarde de ontem (25/07), o Presidente da CAA Vanguarda, Dr. Sérgio Murilo Braga, esteve nos estúdios da Rádio Itatiaia e participou ao vivo do programa Chamada Geral, apresentado pelo radialista Júnior Moreira. Ele foi convidado para falar sobre o tema “Tecnologia e Justiça” e respondeu várias perguntas e curiosidades sobre este assunto.

TECNOLOGIA E JUSTIÇA

O apresentador Junior Moreira abriu a conversa comentando sobre a novidade lançada pelo Tribunal de Justiça do Rio, que fez uso de um aplicativo de conversas para celular, na realização de uma audiência.

Segundo o Dr. Sérgio Murilo Braga, a tecnologia tem facilitado, e muito, a vida dos Advogados e Advogadas na execução de suas atividades. Ela tem ajudado bastante nas demandas judiciais dos diversos tribunais brasileiros, entretanto também é essencial a participação das pessoas, a chamada cooperação processual.

O Dr. Sérgio Murilo Braga falou também sobre a importância do Pj-e, sistema que simplificou muito o trabalho dos Advogados e Advogadas, dando maior transparência, visibilidade e agilidade aos processos judiciais.

Sempre em busca de oferecer o melhor para a advocacia mineira, a CAA-MG oferece a Certificação Digital para os profissionais do Direito e cursos sobre PJ-E e JP-e desde 2014.

CLIQUE AQUI para ouvir a entrevista na íntegra!

Presidente da CAA Vanguarda, Sérgio Murilo Braga, concedendo entrevista para a Rádio Itatiaia

Presidente da CAA Vanguarda, Sérgio Murilo Braga concedendo entrevista para a Rádio Itatiaia

SOBRE PJ-E e JP-E

Desde o ano de 2014, a Caixa de Assistência mineira oferece a certificação digital para os profissionais do Direito, assim como cursos sobre PJ-e e JP-e. Os sistemas são desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.

A Resolução 185/2013 do CNJ, que instituiu o Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJE), estabeleceu regras para a sua implementação, obrigando todos os tribunais a adotarem este sistema até o fim de 2018. Alguns tribunais já adotaram, mas ainda encontram-se, no Brasil, diversos sistemas diferentes.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Reinauguração do parlatório do presídio de Vespasianoinauguração escritório compartilhado