Santo Ivo de Juiz de Fora participa de Rastreamento Nacional de Diabetes

 em caamg, caavanguarda, Campanha de Prevenção e Combate ao Diabetes, Drogaria Santo Ivo, Institucional

A Drogaria Santo Ivo de Juiz de Fora, na zona da mata mineira, foi selecionada para participar do Rastreamento Nacional de Casos Suspeitos de Diabetes, sob a coordenação do Grupo de Trabalho em Diabetes do Conselho Federal de Farmácia (CFF).

“Considerando o grande número da população que possui diabetes e desconhece sua condição, esta campanha nacional de rastreamento em saúde é de importância ímpar. Além disso, vem resgatar o potencial das farmácias como estabelecimentos de assistência à saúde e atenção farmacêutica. Nós da Drogaria Santo Ivo de Juiz de Fora estamos muito orgulhosos em dar nossa parcela de contribuição neste importante projeto”, declarou Patrícia Assis Espíndola, farmacêutica responsável da Drogaria Santo Ivo de Juiz de Fora.

De acordo com dados de 2017 da Federação Internacional de Diabetes (International Diabetes Federation – IDF), mais de 5,7 milhões de brasileiros têm diabetes e não sabem; e outros 14,6 milhões correm risco de desenvolver a doença. Foi justamente para contribuir com a identificação dessas pessoas, e fazer o encaminhamento para diagnóstico e tratamento, que o Conselho Federal de Farmácia (CFF), com apoio da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), tomou a iniciativa de realizar o “Rastreamento de Casos Suspeitos de Diabetes Mellitus: Novembro Azul 2018”.

Rastreamento

O rastreamento, que tem abrangência nacional, será realizado entre os dias 14 e 30 de novembro. Farmacêuticos voluntários de mais de 400 farmácias espalhadas pelo país terão como meta avaliar 11.750 pessoas, de ambos os sexos, com idade entre 20 e 79 anos, SEM DIAGNÓSTICO PRÉVIO.

Todos os participantes serão submetidos ao teste de glicemia capilar, terão medidos a sua circunferência abdominal, o seu peso e a sua altura e também responderão ao teste Finnish Diabetes Risk Score (FINDRISC), para a avaliação do risco de desenvolvimento do diabetes. O atendimento será gratuito.

O lançamento oficial do projeto “Rastreamento de casos suspeitos de diabetes mellitus – Novembro Diabetes Azul 2018” ocorreu em três de novembro, pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), com o apoio da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). A ação, que configura um esforço conjunto para rastrear o risco de diabetes no Brasil, está sendo divulgada por meio da campanha “Diabetes não tem cara. Faça o teste”, estrelada pelo ator José Loreto – que tem diagnóstico de diabetes TIPO 1 e, nos filmes, interpreta ele mesmo, contando sua experiência para incentivar a busca pelo diagnóstico.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar