Novos cursos de atualização de PJ-e e JP-e

 Em caamg, caavanguarda, Centro de Excelência Jurídica (CEJUR), Escritório Compartilhado, Subseções

Sempre em busca de oferecer o melhor para a advocacia mineira, a Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais investe em conhecimentos necessários para aprimorar o exercício dos advogados (as).

Por isso, serão realizados cursos no Centro de Excelência Jurídica de Belo Horizonte e algumas subseções que já estão com as datas marcadas. Serão treinamentos e atualizações sobre os sistemas PJ-e e JP-e, nas Justiças Comum e do Trabalho ministrados pela advogada e professora de Processo Eletrônico, Dra. Gláucia Camargos Campolina Ferreira. Os cursos são de curta duração, com cerca de 4 a 6 horas e 100% gratuitos.

Confira as primeiras datas agendadas:

14/05 – Belo Horizonte – Curso Pje com apresentação da versão 2.0 do novo sistema do TJMG (4h) – Inscreva-se

21/05 –  Belo Horizonte – Curso Pje com apresentação da versão 2.0 do novo sistema do TJMG (4h) – Inscreva-se

23/05 –  Viçosa Curso Teórico e Prático (6h) – Inscreva-se

24/05 –  Viçosa Curso Prático (3h) – Inscreva-se

29/05 – Bicas Curso Prático (3h)  – Inscreva-se

Sobre as aulas

As inscrições podem ser feitas pelos links acima ou na sede de cada subseção de interesse. Para melhor aproveitamento do curso, é indispensável que o aluno leve o seu notebook e certificado digital (não possui certificado? clique aqui)

Tablets ou iPad´s também podem ser usados, mas é necessário realizar cadastro do advogado para  login e senha no site do programa. Para realizar o cadastro por meio do navegador do CNJ clique aqui

Sobre PJ-e e Jp-e

Desde 2014, a Caixa de Assistência oferece certificação digital para os profissionais do Direito e cursos sobre PJ-E e JP-e.

Os sistemas são desenvolvidos pelo CNJ em parceria com os tribunais e a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.

A Resolução 185/2013 CNJ, que instituiu o Sistema PJE, estabeleceu regras para sua implementação, obrigando todos os tribunais a adotarem este sistema até 2018. Alguns tribunais já adotaram, mas ainda encontram-se, no Brasil, diversos sistemas diferentes.

Sobre a Dra. Gláucia Campolina

Gláucia Campolina é advogada, fundadora da “Camargos Campolina Sociedade Individual de Advocacia”, pós-graduada pela PUC-MG em Direito Processual, individual de advocacia, especialista em Direito do Trabalho, professora titular da pós-graduação da Escola Superior de Advocacia (ESA/MG), Conselheira Seccional da OAB/MG gestão 2016/2018 e Conselheira Fiscal da AMAT/MG gestão 2016/2018.

Você pode gostar destes também:

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar