Microcefalia

CAA Vanguarda faz um alerta

Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais alerta sobre a microcefalia

Em 11 de novembro de 2015, o Ministério da Saúde decretou a epidemia do vírus Zika como Situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional. Naquela data, já se passavam dois meses desde que médicos do Nordeste alertaram para o alto número de nascimentos de bebês com microcefalia em diversos estados.

Pela importância da data, e a gravidade das consequências de uma das maiores epidemias que já atingiram nosso país, a Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais faz um alerta sobre a microcefalia.

A TV OAB CAA MG, equipe de vídeo da CAA Vanguarda, esteve em Juiz de Fora, na zona da mata mineira, conhecendo o trabalho do Instituto Bruno, que há 16 anos presta assistência a crianças e adolescentes com múltiplas deficiências e surdo cegueira.

Junto aos profissionais parceiros do Instituto Bruno, que tem o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, a TV OAB CAA MG destaca que o diagnóstico de microcefalia não é uma sentença de morte da criança com essa condição.

Em novembro de 2016, quando completou um ano desde que o Brasil foi oficialmente atingido por uma das maiores epidemias de sua história, a CAA Vanguarda lançou, durante o XXXVIII Encontro Nacional de Presidentes de Caixas de Assistência de Advogados (Concad), realizado em Goiás, um teaser sobre o Projeto.

Agora, todos os materiais produzidos neste projeto estão à disposição. São vídeos, textos informativos e folder.

A Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais faz um alerta sobre as causas e consequências da microcefalia. A TV OAB CAA MG esteve em Juiz de Fora, na zona da mata mineira, conhecendo o trabalho do Instituto Bruno, que há 16 anos presta trabalho de assistência à crianças e adolescentes com múltiplas deficiências e surdo cegueira. Junto aos profissionais parceiros do Instituto Bruno, que tem o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, a TV OAB CAA MG destaca que o diagnóstico de microcefalia não é uma sentença de morte da criança com essa condição.

Neste terceiro vídeo, produzido pela TV OAB CAA MG, a fonoaudióloga do Instituto Bruno, Luciana Bacellar Neves Pereira, fala sobre a importância do atendimento multidisciplinar, para as crianças com microcefalia. Explica como o trabalho é desenvolvido, desde a avaliação inicial até as atividades de rotina.

Neste segundo vídeo, produzido pela TV OAB CAA MG, a psicopedagoga e diretora do Instituto Bruno, Maria do Carmo Vianna, fala sobre os cuidados especiais e específicos necessários para com as crianças que têm microcefalia ou múltiplas deficiências.

Integração e estímulo multissensorial – reforço de trabalho em casa – Neste quarto vídeo, da série sobre Microcefalia, produzida pela CAA Vanguarda em parceria com o Instituto Bruno, Eni de Oliveira (instrutora mediadora especialista na area) mostra que tipo de trabalho pode e deve ser feito, em casa, para estimular as crianças com múltiplas deficiências.

Neste quinto vídeo, do projeto feito em parceria pela CAA Vanguarda e o Instituto Bruno, a neurologista, Valéria Modesto Leal, dá explicações detalhadas sobre a microcefalia. A médica cita as possíveis causas, implicações e consequências, nessa entrevista para a TV OAB CAA MG.

Neste sétimo vídeo, da série sobre Microcefalia, produzida pela CAA Vanguarda em parceria com o Instituto Bruno, a TV OAB CAA MG mostra a rotina de uma família, em que o filho mais velho tem microcefalia. Pai e mãe se desdobram para cuidar do Gustavo, de dez anos, que vem tendo progressos no tratamento iniciado há sete anos.

Neste sexto vídeo, do projeto feito em parceria pela CAA Vanguarda e o Instituto Bruno, a oftalmologista, Flávia Paschoalino, dá explicações detalhadas sobre a importância da avaliação oftalmológica do bebê. A médica também fala das alterações da visão, o que pode causar e como tratar, e aborda as implicações com a visão na condição de microcefalia, nessa entrevista para a TV OAB CAA MG.

Neste oitavo vídeo, produzido pela TV OAB CAA MG, mães de crianças e adolescentes com múltiplas deficiências destacam a evolução conquistada graças ao tratamento no Instituto Bruno.

Você não está só!

O Instituto Bruno é uma entidade civil, de caráter filantrópico e sem fins lucrativos de Juiz de Fora (MG) e região, enquadrando-se com os registros de Utilidade Pública Estadual, Municipal e outros. Ele existe desde 2000 com o objetivo de prestar atendimento clínico e assistência a pessoas surdocegas e com múltiplas deficiências devido à paralisia cerebral causada pelo vírus da zika e outros. É o primeiro centro de reabilitação integrada de Minas Gerais e o único da Zona da Mata Mineira que presta atendimento totalmente gratuito em diversas áreas.

O que é microcefalia

A microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, o que prejudica o seu desenvolvimento mental, porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça e desenvolva suas capacidades normalmente.

Gestação e diagnostico

Ainda no útero, a microcefalia pode ser diagnosticada por ultrassom, quando a medida da cabeça (perímetro cefálico), comparada com outras medidas do feto e com a idade gestacional, fica abaixo do esperado. Tenha em mente que no ultrassom a medição pode não ser exata, porque depende da habilidade do profissional, da posição do bebê e da qualidade do equipamento. Para bebês nascidos com 37 semanas ou mais de gestação, a microcefalia é diagnosticada com uma simples fita métrica.

Causas - Zika Vírus

É uma doença viral aguda, transmitida principalmente, pelos mosquitos Ae. Aegypti e Ae. albopictus, caracterizada por exantema maculopapular pruriginoso, febre intermitente, hiperemia conjuntival não purulenta e sem prurido, artralgia, mialgia e dor de cabeça. A maior parte dos casos apresentam evolução benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente após 3-7 dias. No entanto, observa-se a ocorrência de óbitos pelo agravo, aumento dos casos de microcefalia e de manifestações neurológicas associadas à ocorrência da doença.

Quais os problemas que a criança com microcefalia apresenta ?

Os problemas mais comuns em crianças com microcefalia são atraso intelectual e motor, paralisia cerebral, epilepsia, distúrbios oftalmológicos, hiperatividade. Crianças com microcefalia são acompanhadas por um neurologista pediátrico, instrutor mediador e outros especialistas para observar eventuais atrasos no desenvolvimento. Em princípio, quanto menor for a cabeça da criança, maior a gravidade das sequelas, mas essa correlação não é totalmente comprovada.

Quais os problemas que a criança apresenta Surdocegueira e múltipla deficiência?

Surdocegueira: E uma deficiência única, com graves perdas visual e auditiva combinadas. Essa condição leva a pessoa surdocega a ter necessidade de formas especificas de comunicação, para ter acesso à educação, trabalho, vida social, etc…

Não necessariamente uma perda total dos dois sentidos, enxergasse e escuta pouco.

Múltipla deficiência causada pela microcefalia:

Múltipla deficiência =  Perda de visão + Motor + Fala

Múltipla deficiência =  Perda de audição + Motor + Fala

Existe tratamento?

Sim, muitos. Não é possível recuperar o crescimento perdido no cérebro mas crianças com microcefalia devem ser encaminhadas a um programa de estimulação precoce com atividades em casa. Faz muita diferença se os pais e familiares puderem assistir às sessões, já que muitos dos movimentos e manobras de estimulação precisam ser repetidos em casa, onde o bebê passa a maior parte do tempo. Mesmo que os profissionais costumem explicar o que deve ser repetido em casa, peça para ver como é feita a estimulação da criança. Nós acreditamos e praticamos o trabalho com uma equipe transdisciplinar, instrutores mediadores, fisioterapeutas, fonoaudiólogas, psicólogas, familiares, assistentes sociais, neurologistas, oftalmologistas, ortopedistas, otorrino que tenham conhecimento geral de visão, motor, audição, atividades funcionais que são comuns a todas crianças porem adaptadas para que possam desenvolver todos as habilidades e se possível, comunicar através de fala ou não, andar ou manusear bem a cadeira, conviver bem no ambiente familiar, ser feliz e respeitado.

A criança com microcefalia pode ter uma inteligência normal?

A criança com paralisia cerebral pode ter inteligência normal ou até acima do normal, más também pode ter atraso intelectual, não só devido às lesões cerebrais, mas também pela falta de experiência resultante das suas deficiências.

A criança pode falar?

As crianças com paralisia apresentam muitas vezes um bom desenvolvimento da cognição e da linguagem; a verbalização pode estar restrita ou ausente. As crianças com distúrbios múltiplos, sem tratamento e apoio pedagógico adequado, podem dá a impressão de terem uma deficiência mental profunda. O desenvolvimento cognitivo do indivíduo com paralisia cerebral além das suas dificuldades em atuar sobre o mundo físico, pode receber interferência também dos seus problemas de desenvolvimento da linguagem, pois, além de ser uma forma de comunicação, é uma função instrumental de máxima importância para a construção do conhecimento, portanto qualquer limitação ou alteração das habilidades linguísticas pode acarretar problemas no desenvolvimento da inteligência, usamos então a comunicação alternativa que necessita da utilização dos sentidos remanescentes, ou seja, aqueles que estão intactos: o olfato, paladar, tato e aqueles que ainda possuem resíduo: visuais e ou auditivos. Sentidos estes, que lhe trarão informações sobre o ambiente no qual está inserido. As formas de comunicação são: Línguas de sinais e intérprete, Braille, Alfabeto Dacticológico, Tablitas de comunicação, Linha braile, Letras de forma, Tadoma.

A criança pode enxergar ?

Depois de muitos anos de experiência, acreditamos que temos varias maneiras de ajudar a enxergar melhor e exercitar o cérebro nesta área.

  • Estimulando
  • Usando óculos
  • Usando contraste, iluminando bem objetos e ambientes, usando posição correta da cabeça e olhos.
  • Tendo orientação do espeço que vive, aprendendo a orientar para caminhar.
logo-instituto-bruno

Instituto Bruno de apoio a pessoas
com paralisia cerebral e surdocegos

Fale conosco

(32) 2102-4300

Elaborado por Maria do Carmo Vianna
Pedagoga e Psicopedagoga
Especialista em Pessoa com Deficiência
Mestre em Mediação Familiar

Clique na imagem para baixar o folder da campanha
Clique na imagem para baixar o folder da campanha
oab-caa

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar