CAA Vanguarda e OAB Viçosa realizam curso gratuito em PJE

 em Delegados, Institucional, Minas Digital, Mulher Advogada, Serviço Social, Serviços e Programas, Subseções

Entre os dias 23 e 24 de maio, na Faculdade de Ciências e Tecnologia de Viçosa (Univiçosa), a Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais (CAA Vanguarda) promove em parceria com a OAB Viçosa o curso teórico e prático em Processo Judicial Eletrônico (PJ-e): “Aspectos Práticos do JP-e e PJ-e”. Ministrado pela advogada Gláucia Campolina, especialista em Direito Processual e do Trabalho, o curso, que possui carga horária de 5 horas e é gratuito, teve 100% das vagas preenchidas, recebendo em sua primeira edição mais de 50 advogados(as) de Viçosa e região.

“A realização deste curso para nossa subseção é de extrema importância, tendo em vista que a maioria dos procedimentos na Comarca já estão ocorrendo por meio eletrônico e os demais profissionais precisam manter-se informados destas alterações, assim como aprender a movimentar processualmente no sistema para fins laborativos”, afirma Vanja Honorina, presidente da OAB local.

Vanja Honorina, presidente da OAB Viçosa, participa do curso de PJE

Para a delegada da CAA Vanguarda, Karoline Teixeira Pinheiro, a parceria entre a Caixa de Assistência e a 91ª subseção interfere de forma eficaz nas relações interprofissionais dos advogados. “Ao trazer as novidades e atualidades da área jurídica, com a oferta dos cursos, palestras e demais ações, os profissionais demonstram sempre estar muito interessados, participativos e, primordialmente, veem a necessidade de sempre estarem informados”, ressalta.

Deseja participar? Clique aqui e saiba mais!

Sobre PJ-e e Jp-e

Desde o ano de 2014, a Caixa de Assistência mineira oferece a certificação digital para os profissionais do Direito, assim como cursos sobre PJ-e e JP-e. Os sistemas são desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.

Para a advogada Adriana Carvalho, o curso é fundamental. “Com a modernidade, presente cada vez mais nos procedimentos jurídicos, faz-se essencial aprender e acompanhá-la. São de interesse coletivo as ações propostas pela Caixa de Assistência”, enfatiza.

Resolução 185/2013 do CNJ, que instituiu o Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJE), estabeleceu regras para a sua implementação, obrigando todos os tribunais a adotarem este sistema até o fim de 2018. Alguns tribunais já adotaram, mas ainda encontram-se, no Brasil, diversos sistemas diferentes.

Gláucia Campolina

Gláucia Campolina é advogada, fundadora da “Camargos Campolina Sociedade Individual de Advocacia”. É pós-graduada pela PUC-MG em Direito Processual (individual de advocacia), especialista em Direito do Trabalho, professora titular da pós-graduação da Escola Superior de Advocacia (ESA/MG), Conselheira Seccional da OAB/MG – gestão 2016/2018, e Conselheira Fiscal da AMAT/MG – gestão 2016/2018.

“O curso foi excelente, a turma muito dedicada e aplicada, interessados e antenados nas mudanças ocorridas. A turma estava completa com cerca de 50 inscrições. A recepção dos alunos ao novo sistema foi boa e conseguimos avançar bastante nas dificuldades inerentes à modificação da versão”, conclui Gláucia Campolina.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Campanha de Saúde Digestiva