Comunicado CAA/MG: esclarecimentos sobre a Campanha de Vacinação H1N1

 em Sem categoria

1. De acordo com esclarecimentos técnicos feitos pelo especialista Carlos Starling (médico infectologista), o lote da vacina, comprovadamente dentro da validade e acondicionado corretamente, não acarreta riscos à saúde e “certamente poderão proteger os vacinados contra as cepas circulantes para as quais a vacina possui cobertura” (documento respectivo à disposição);

2. A data de validade do lote da vacina é maio de 2019 (pode ser aplicada – evidentemente – até o mês da respectiva validade);

3. O lote da vacina foi e é acondicionado perfeitamente, conforme declaração da servidora responsável (documento respectivo à disposição);

4. A vacina concede proteção viral à cepa 2018, não ensejando risco (fora daqueles típicos da indicação) e não havendo contraindicação de ordem genérica, conforme avaliação do especialista, médico infectologista Marcelo Santos Silva (documento respectivo à disposição).

5. Nada impede que a CAA/MG proceda a continuidade da Campanha de Vacinação a partir da disponibilização gratuita ou onerosa de outras vacinas, com novas coberturas gripais. Todavia, a disponibilização e a aquisição futura não impedem a imunização dos vírus já circulantes.

6. Importante salientar que devemos evitar desperdícios que eram comuns na administração anterior, conforme exemplo dos descartes de medicamentos ocorridos ao longo de 2018 na Drogaria Santo Ivo (documentos de auditoria à disposição).

7. É dever da nova gestão da CAA/MG zelar pelo patrimônio e saúde do advogado, não deixando vencer o lote de vacinas que pode ser perfeitamente utilizado e útil a um grupo que queira se prevenir contra a gripe dos vírus até então circulantes.

8. Esclarecemos que a não utilização das vacinas levarão (vencido o prazo de validade) à incineração das mesmas, com inequívoco prejuízo à instituição e aqueles que jamais tiveram a oportunidade de prevenir de forma gratuita.

9. Por fim, a CAA/MG se empenhará para que as vacinações (até então feitas em único período) se façam ao longo de meses, de acordo com a necessidade dos grupos, como a pneumo 13, para idosos e às novas cepas da vacina antigripal.

 

O diretor da CAA/MG, Rodrigo Araújo Lopes Cançado participa da Campanha de Vacinação em Patos de Minas.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar