CAA Vanguarda na luta contra o tabagismo

 em Faça Justiça à Sua Saúde, Institucional

O dia 29 de agosto é o marco Nacional de Combate ao Fumo, e a Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais (CAA/MG) abraça esta causa reafirmando o compromisso com o seu maior patrimônio: o Advogado.

Triste Estatística

No Brasil, 428 pessoas morrem diariamente em decorrência do tabagismo, representando 12,6% de todas as mortes no país. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se que cerca de 156.217 mil pessoas morram todo o ano no Brasil em decorrência do fumo. Esse valor salta para cerca de 7 milhões em perspectiva mundial.

O cigarro libera cerca de 4.700 substâncias tóxicas, sendo 45 delas pré-cancerígenas. A nicotina, responsável pela dependência química, dentre outros elementos, prejudica a saúde, resultando em doenças e em sintomas como: baixa resistência física, menos fôlego, baixo desempenho em esportes e na vida sexual. O fumante além de praticar um ato nocivo à própria saúde, prejudica também o não-fumante ao seu lado, expondo-o às mesmas doenças respiratórias.

Conta Alta

 O Governo brasileiro arrecada anualmente R$ 12,9 bilhões com a venda de cigarros, gerando um saldo negativo de R$ 44 bilhões por ano, de acordo com o estudo “Tabagismo no Brasil: morte, doença e política de preços e esforços”, produzido pelo INCA. São R$ 39,4 bilhões gastos em despesas médicas e R$ 17,5 bilhões com custos indiretos ligados à perda de produtividade, causada por incapacitação ou morte prematura de trabalhadores.

 

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Abertura - Congresso de Direito do Setor NortePromoção Ótica Santo Ivo Mês do Advogado