CAA Vanguarda faz alerta sobre microcefalia

 em Faça Justiça à Sua Saúde, Institucional, Serviços e Programas, Subseções

CAA Vanguarda faz alerta sobre Microcefalia – o Projeto, desenvolvido pela Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Bruno, de Juiz de Fora, foi lançado na manhã de sexta (31/03), na cidade da zona da mata mineira, durante o Seminário Internacional “Plano de Ensino Individualizado para pessoas com autismo e deficiências múltiplas”, realizado pelo IB, apoio da CAA/MG e da OAB – Subseção Juiz de Fora / MG.

O auditório do Centro Universitário Estácio ficou lotado para o seminário, que trouxe palestrantes internacionais – e que teve como objetivo a troca de experiências nas áreas da saúde, educação e família.

A abertura do Seminário Internacional tratou, justamente, do tema Microcefalia, com lançamento do projeto desenvolvido pela CAA Vanguarda em parceria com o Instituto Bruno.

Compuseram a mesa, o Secretário Municipal Adjunto de Saúde de Juiz de Fora, Márcio Itaboray; a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Anna Ede, que na ocasião representou o presidente da Subseção da OAB de Juiz de Fora; Sandra Cipriano, mãe da Ilana, criança assistida pelo Instituto Bruno; a fundadora do Instituto Bruno e elaboradora do projeto microcefalia, Maria do Carmo Viana; a neurologista Valéria Modesto; o vice-presidente da CAA/MG, Wagner Parrot; e junto às escadas, na primeira fila, a presidente do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com deficiência, Valéria Andrade, que não pôde compor mesa pela falta de rampas para acesso ao palco.

Houve pronunciamentos de todos os componentes da mesa, que destacaram a importância da apresentação de informações sobre a microcefalia e a relevância do tema do projeto, diante da epidemia do zika vírus, uma das causas da condição de microcefalia.

Na sequência foi apresentado o primeiro vídeo do Projeto, que tem como objetivo: fazer um alerta sobre causas e consequências da microcefalia, além de apresentar práticas simples para adotar com bebês, crianças e adolescentes diagnosticados com essa condição.

A fundadora do Instituto Bruno, e elaboradora do Projeto Microcefalia, Maria do Carmo Vianna, destacou que os vídeos, o folder e os textos vão garantir que as informações sobre essa condição cheguem às pessoas que não têm acesso aos tratamentos, ou acompanhamento por profissionais especializados. “Estes vídeos, cartilhas e informativos devem levar um pouco de esperança às famílias, lembrando que o diagnóstico de microcefalia não é uma sentença de morte”, explicou Maria do Carmos Vianna.

O vice-presidente da CAA/MG, Wagner Parrot,  destacou a relevância do Projeto Microcefalia – diante da epidemia do vírus zika que assolou o país. “Hoje estou emocionado e acredito que esse é um dos projetos mais importantes da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, porque leva informações, e conteúdo em linguagem acessível, para quem mais precisa e nem sempre tem acesso”, concluiu o dirigente da CAA Vanguarda.

Para saber mais sobre o projeto, acesse: http://www.caamg.org.br/microcefalia/

Em breve você poderá conferir a videorreportagem da TV OAB CAA MG, com os depoimentos colhidos durante o lançamento do projeto.

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Advogadas que são exemplo de vida e superaçãoSérgio Murilo Braga posa para foto junto ao presidente e diretores da OAB em inauguração da sede da subseção