CAA Vanguarda destaca a prevenção para um CAArnaval Seguro

 em caamg, Faça Justiça à Sua Saúde, Institucional

Com a chegada do carnaval as campanhas de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) são intensificadas. Os objetivos principais são a conscientização sobre os cuidados com a saúde, durante a folia, e o estímulo ao uso de preservativos. Mantendo o compromisso de zelar pelo seu maior patrimônio, a advocacia mineira, a CAA Vanguarda faz questão de alertar sobre os riscos e de reforçar a necessidade da prevenção.

A camisinha é o método contraceptivo mais barato e de fácil acesso, com distribuição gratuita nos postos de saúde, além de evitar a transmissão de doenças como Aids e sífilis. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS), o Brasil registrou anualmente uma média de 40 mil novos casos de Aids nos últimos cinco anos. E no período compreendido entre 2010 e junho de 2017, foram contabilizados 342.531 casos de Sífilis Adquirida – transmitida através de relação sexual desprotegida.

“Só por meio da conscientização sobre a importância da prevenção é que iremos conseguir diminuir os índices de contágio dessas doenças”, afirma a diretora secretária geral da CAA/MG, Fabiana Faquim, justificando a campanha da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais.

Para o presidente da CAA Vanguarda, “a instituição cumpre seu papel ao propagar as relevantes informações, e não mede esforços para fazê-las chegar às advogadas e aos advogados de todas as regiões mineiras”, ressaltou Sérgio Murilo Braga.

Carnaval

O período do carnaval é considerado como uma das épocas mais favoráveis para a disseminação das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s). Em muitos casos, o uso de álcool ou de drogas, deixa as pessoas mais dispostas ao sexo casual. E grande parte acaba cedendo ao impulso e não usa preservativo. O cenário é ainda mais perigoso para as mulheres. O próprio corpo feminino facilita o desenvolvimento de infecções. Além dos fatores fisiológicos, há também as barreiras culturais. A não-popularização da camisinha feminina, por exemplo, torna as mulheres ainda mais vulneráveis na hora de exigir o uso do preservativo.

Cuidados básicos

A enfermeira da CAA/MG, Thanya Lopes, apresenta dicas simples que não devem ser esquecidas neste feriado, e que também são importantes para todos os demais dias do ano.

– Usar preservativo: a camisinha ainda é o melhor meio de combater as DST’s (doenças sexualmente transmissíveis: Aids, HPV, Cancro Mole, Gonorreia, Herpes e Sífilis) e a gravidez indesejada.

– Não saia distribuindo beijos: a mononucleose infeciosa – popularmente conhecida como a doença do beijo – é transmitida pelo beijo e muito comum nessa época. Além disso, há o risco de contrair também a herpes labial.

– Cuidado no uso de banheiros químicos: onde não é possível a lavagem das mãos, há um risco do aumento de índices de contagio pela hepatite A. Uma dica é levar um vidro pequeno de álcool em gel.

 

 

 

 

 

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

OAB BrazópolisReunião CAA Vanguarda e OAB Montes Claros